Monthly Archives: Fevereiro 2016

Apuração de responsabilidades

Brigas e quebra-quebra. Rebelião? Revolução? Manifestação? Não, senhoras e senhores: é apenas a apuração do desfile de Carnaval. Araraquara fez questão de entrar no odioso mapa da violência carnavalesca. Cabeças quentes mais possíveis problemas na apuração igual a confusão e vandalismo. A equação já não é novidade. Esse tipo de comportamento lamentável já ocorre nos grandes circuitos momescos e agora chega ao carnaval chinfrim de Araraquara.

A Prefeitura destinou verba de R$ 200 mil para as escolas, mais a locação de equipamentos. O quebra-quebra da apuração envolveu inclusive danos a esse equipamento alugado. Quem arcará com o ressarcimento? Eu, você, nós, pagadores de impostos. Haverá punição àqueles que perderam a cabeça? Independentemente do motivo, ainda mais esse, fútil, é inadmissível a reação desmedida.

Dar R$ 200 mil para um evento que atrai meia dúzia de pessoas é um disparate, ainda mais em ano de crise. Não há dinheiro para nada, as prefeituras estão sangradas. Por que o contribuinte tem de arcar com um gasto dessa monta? Espero sinceramente que, no ano que vem, o próximo prefeito corte essa verba. Se querem carnaval, que busquem dinheiro com a iniciativa privada. Pedir para a Prefeitura, como se esta tivesse obrigação em arcar com o evento cultural (?), é muito fácil.

As eleições estão aí. Além das cobranças já habituais, cobremos também um posicionamento dos candidatos: vocês, postulantes, continuarão a queimar o dinheiro dos impostos com esse tipo de evento? Fica aí a questão para candidatos e eleitores.


Publicado na “Tribuna Araraquara” de 9/2/2016.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Sem categoria