Madame Óbvio

A senadora Marta Suplicy, de saída do PT, deu uma esclarecedora entrevista, publicada na Veja desta semana. Nas famosas páginas amarelas, a baronesa Smith de Vasconcelos escoiceou o partido que ajudou a fundar e disse o que as pessoas realmente esclarecidas já estão cansadas de saber.

Embora conhecida pelo temperamento pouco aristocrático, com direito a berros em debates, Marta, tardiamente, pôs os pingos nos ii até com certa elegância; manteve silêncio, seja por fidelidade partidária ou conveniência, como no episódio em que foi preterida pelo partido em favor de Fernando Haddad à Prefeitura de São Paulo.

Ela classificou o ex-correligionário como incapaz, mas que o engoliu por ser uma decisão do partido; Marta ainda teve o escrúpulo supremo de poupar a “vaca sagrada” de nove dedos.

Mas a baronesa que não se iluda; o PT é vingativo com quem abandona a seita — que o digam aqueles que não podem mais falar neste plano, mas cujas almas reclamam justiça.

Tanto que o partido já expôs os punhais: vai à Justiça pedir a cadeira no Senado.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Sem categoria

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s