Da dieta dos cães

O tio comido pelos cachorros esfaimados não passou de uma blague. Assustou (?!) muita gente, mas não era nada mais que invenção de um redator entediado de um tabloide, um tal Wen Wei Po, que deve ser uma espécie de Notícias Populares chinês.

Nessa estória toda, o que mais me deixou intrigado é o fato de, apesar de falsa, a notícia ser absolutamente verossímil. Tudo é possível em um país absolutamente fechado, onde o ditador gordinho já mandou matar ex-namorada sob a acusação de promover pornografia, onde quem não chorasse no funeral do velho Kim Jong-il estava sujeito a ser preso, onde há apenas um milhão de receptores de televisão, de onde vêm relatos de canibalismo por falta de comida, mas há dinheiro para imensos mísseis balísticos, onde o Estado controla tudo e até mesmo corta 90% do valor da moeda local para destruir as economias das pessoas, onde o mercado negro para produtos de primeira necessidade é punido com pena de morte.

Nesse dédalo de insânia, um dirigente caído em desgraça ter sido jogado para cães famintos parece algo menor. Cruel, típico do totalitarismo comunista, mas menor. E possível.

A Coreia do Norte vive sobre os princípios do Juche, uma mescla de marxismo-leninismo, militarismo e culto a personalidade que encerra a política da “defesa em primeiro lugar”. O Estado, (ir)responsável por tudo, prioriza os mísseis a um preço módico: uma dieta de 400 kcal para seus habitantes.

Mais absurdo que um tirano comido por cães é a existência de algo tão brutal e desumano como o regime norte-coreano, que reduz as pessoas ao status de propriedade do Estado.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Sem categoria

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s