Desancada

Como não reconhecer o poder corretivo de uma desancada na nossa vida? O pai, um tio, um parente, um vizinho, que, na hora certa, soube dizer aquilo que você não queria ouvir, mas precisava ouvir; aquele conselho justo, mas com o poder de água fervente sobre o lombo. E é justamente aquela marca que faz você não cair na besteira de repetir o ato que motivou a desancada.

No meu caso, eu mantinha um blogue — um dos vários; há anos eles vêm se sucedendo e, pelo menos para mim, mostram uma evolução positiva da minha escrita e das minhas convicções. Eu mantinha o bendito blogue e sofria de uma paixonite mais catarrenta que doente de pneumonia à beira da morte. Inspirado pela minha coita, escrevi um texto horroroso. Como se não bastassem as palavras fora do tempo — males de quem tem pouca intimidade com a escrita e quer impressionar —, um melaço insuportável caía das palavras. Postei o texto e ele ficou ali umas seis horas talvez.

Foi o desafeto de um amigo que, para atacá-lo, veio fuçar no meu blogue. E achou o alvo perfeito, aquele texto enviesado e porco. Óbvio que o comentário foi um argumentum ad hominem — o cara me chamou de bicha com todas as letras e espezinhou o conteúdo do texto e qualquer sentimento que pudesse emanar dali. Se ele tivesse me batido, talvez tivesse doído menos. O comentário ali, na minha caixa de e-mail, me paralisou. Mas tinha alguma justiça nele. E a justiça está longe de ser um travesseiro de plumas.

Retirei o comentário do ar. E depois de alguns minutos, tirei também a postagem, que foi para o limbo. Vitória do desafeto, mas vitória minha também. Aprendi que se devem evitar pessoalidades na internet — embora não houvesse nomes citados no texto — e que toda crítica, por mais destrutiva que seja, deve ser levada em conta.

Desse episódio da fubecada on-line, posso dizer que deixei de ser um adolescente naquele dia. O tal desafeto, que acabou sendo benfeitor sem sabê-lo, morreu faz um tempo, soube pela internet. Não tive chance de agradecer-lhe.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Sem categoria

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s