Curto-circuito

Não sou desse tipo de gente que faz escândalo por qualquer coisa, que berra em porta de pronto-socorro, em fila de banco, em portão de escola em dia de vestibular. Às vezes as pessoas berram por motivos justos: um filho moribundo, taxas indevidas cobradas pelas instituições bancárias — que merecem um Oscar no quesito —, os cinco minutos que jogaram um ano de estudos na privada.

Quando calha de ser minha vez de sofrer alguma frustração, alguma paulada do destino, longe de berrar, a voz se me paralisa na garganta. Sinto uma apatia de ficar horas sentado sem emitir palavra. A sensação dessa apatia é como um cansaço imenso. Não uma simples fadiga, mas um cansaço de doença, que suga todas as forças, um cansaço daqueles resfriados que nos deixam acamados.

Não tenho o furor que toma a maioria das pessoas; sou possuído pela boçalidade infinita, uma frustração silenciosa, uma raiva ainda informe, que vira raiva efetiva nas horas seguintes. Durante esse período, sou incapaz de responder a estímulos simples ou a perguntas triviais do tipo “Açúcar ou adoçante no café?”; “Quer ficar aqui ou ir pra casa?”; “Débito ou crédito?”.

Há algumas vantagens nesse meu modus operandi. Às vezes acontece de a notícia que causou o mal-estar simplesmente ser desmentida. Sinto um alívio estranho, como se soubesse que a má notícia até aquele instante vigente fosse um mal-entendido ou uma escandalosa mentira. O aperto no coração se vai e a vida retoma o rumo.

Não sei o que pode ser pior, se esse curto-circuito que desliga a percepção ou o curto-circuito que põe fogo no prédio.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Sem categoria

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s